21.11.07

Receber o outro

“(...) Nenhum nome resta, nenhuma lembrança, hoje, do nome de ontem – ou do nome de hoje, amanhã. Se o nome é a coisa, se um nome é, em nós, o conceito de cada coisa situada fora de nós, e se, sem nome, não há o conceito, ficando em nós a coisa como cega indistinta e indefinida, então que cada um grave aquele nome que eu tive entre os homens, entalhando-o como epitáfio sobre a fronte daquela imagem com que lhes apareci, deixando-a em paz e relegando-a ao esquecimento. Um nome não é mais do que isso: um epitáfio. Convém aos mortos, aos que concluíram. Eu estou vivo e sem conclusão. A vida não tem conclusão – nem consta que saiba de nomes. Esta árvore respira, trêmula de folhas novas. Sou esta árvore. À árvore, nuvem. Amanhã, livro ou vento: o livro que leio e o vento que bebo. Tudo fora, errante”. (Pirandello, 2001)

30.9.07

Exercício (fluxos mentais)

Não consigo parar de pensar, deve ser a loucura me alcançando
Depois de tanto correr não consigo manter o rítmo louco de ser, o rítmo louco dos loucos,
pois a loucura da sanidade esta ao meu lado me olhando e por mais que eu queira sorrir sou sério
Não consigo parar de pensar
Como se não bastasse os meus pensamentos mergulhados em mim, agora os seus sobre e sobe os meus
Como se a vida nascera de forma agil,facil e inutil
Não sei, mas me permito extrair a raiz que me faz estar aqui
Sair correndo como insano novamente???
Não!Não!
Vou mergulhar nas espumas de meu ser
Vou me lavar de mim e ser, sem rótulos ou títulos de graduado ou mestrado
Serei
Não consigo parar de pensar

Lís
28/09/2007

Pedro(hippie)

Violão
Música suave
Os sons invadiam e tomavam meu corpo
Como quando se le poesia
Murmúrios de sonetos saiam da bagagem
Viagens de pensamentos influxos de saudades
Se banhando na maré da música
Você seus raios iluminando aquilo que ja era claro
Brilhou
Brilhou
Sorriu.


PS:Pedro um gúri que conheceu as bonecas na virada cultural 2007, e que atualmente é prença viva .

14.9.07

Hoje

Marisa Monte - Pétalas Esquecidas D. Yvonne Lara, Teresa Batista


Nasceu em meu jardim uma linda rosa perfumada
Tão bela e delicada como a natureza
Saltitam lindas borboletas cheias de esplendor
Mostrando e admirando a sua beleza

E lindos arvoredos verdes em volta dos canteiros
Fazendo largas sombras sobre o roseiral
E é perfumada a primavera com todo esplendor
Mostrando a natureza todo o seu valor que Deus criou

Eu não pude resistir à tentação
Que a rosa provocou em mim, esta grande paixão
Fui ao jardim e colhi a linda flor
E presenteei ao meu primeiro amor

Hoje a linda rosa são pétalas esquecidas
Foi o meu primeiro amor que atravessou na minha vida
E a rosa murchou, senti tanta dor
Morreu o meu primeiro amor


PS:Deixem as rosas no quintal!

10.8.07

Divagando

Ela agora lê seu livro
Ela escuta seus sons enloquecidamente
Ela deixa as lágrimas cairem sobre o papel
A lagrima as gotas sobre o papel não mais em branco(choro)

Uma vida
Uma vida inteira
Uma vida toda
Moldada de sonhos
Moldado de biscuit de sonhos
Incenso, relógio tempo
Tempo perdido
Tempo lançado

Se ela pudesse poupava o tempo que todos ao seu redor o faz
Seus sonhos...
Agora ela lança para fora
Procura baladas
Baladas e drogas

Ela para e percebe que ela mesma consegue ser uma droga
Uma droga numa droga de vida
Ela agora lê seu livro e percebe que a história acabou


Lis 09.08.2007

28.7.07

Vô Antônio

Hoje logo pela manhã
O sol perdeu seu brilho
O céu ficou alegre
Pois hoje alguem tornou-se estrela

Hoje alguem ficou triste
Alguem chorou,gritou,chorou,gritou chorou...
Netos perderam seu avô
Doeu uma dor profunda
Uma dor escura

Hoje coracoes adoecem
pois a morte chegou
Sem piedade a morte levou
Um pai que é avô, que é pai, que é marido , que é amigo e sofredor
A morte levou

Hoje a praca da Sé perdeu seus passos leves com truque de senhor
A cidade chora pelo seu avô
Antônio vô.



Lís
28/02/2007

Sufoco do sufocado

Sufoco do sufocado
Sufoco;
Sorriso;
Abraco;
Contar do dia;
Beijo;
Medos;
Ansiedades(inquietação de espírito)
Amor;
Sufoco do sufocado
Existencia do outro

Lís
02/07/2007

25.6.07

Elis Regina encatadora

Elis Regina - Chovendo Na Roseira Antonio Carlos Jobim

Olha
Está chovendo na roseira
Que só dá rosa mas não cheira
A frescura das gotas úmidas
Que é de Luiza, que é de Paulinho, que é de João
Que é de ninguém
Pétalas de rosas espalhadas pelo vento
Um amor tão puro carregou meu pensamento
Olha! Um tico-tico mora ao lado
E, passeando no molhado
Adivinhou a primavera
Olha
Que chuva boa, prazenteira
Que vem molhar minha roseira
Chuva boa, criadeira
Que molha a terra
Que enche o rio
Que lava o céu
Que traz o azul
Olha
O jasmineiro está florido
E o riachinho de água esperta se lança em vasto rio de
águas
calmas
Ah! Você é de ninguém
Ah! Você é de ninguém...

Restos de mim

Restos de mim

Restos de mim
Restos do que deixou em mim
Estão como as luzes da cidade
Em meio as ilhas de calor
Vejo um , vejo dois e procuro o outro
O outro que me fora arrancado como pétalas por uma menina que do bem me quer ao mal me quer se perdeu
O seu resto no meu resto sintetisa a solião encapada, encantada, frustada e jogada ao léu lamento
Sua voz ao fundo de mim
Minha dor em você
Isso une e separa
E quando ela a escuridão da qual um dia irá nos levar chegar ,ainda assim seremos um
Como os religiosos pregam e se enganam
Restos de tí
Meus restos somos o resto de tudo o que restou
Lis

Rascunhos encontrados

Nestes versos se exprime o principio fundamental de toda a técnica da natureza.Nele reconhecemos , mais uma vez, a sabedoria de Goethe: Se nos olhos não houvesse qualquer coisa de Sol, Nunca eles poderiam vê-los

21.5.07

Menino do Coco

È uma vez em todas as vezes da vida
Um menino que dança e no seu movimento encanta!
E neste encanto vai cantando vivendo sonhando
E deixando a arte o levar

È uma vez uma menina que nada faz alem de ser
E ainda assim se confunde em vontades
Vontades nunca negadas (no pensamento)
Mas negadas em dias de sol e lua
È uma vez em todas as vezes várias historias encantadas e cantadas com pulos e sorrisos
Sorrisos e aplausos
È uma vez em todas as vezes

Aquele ...que dança envolvendo-se como criança
Não nega a sintese de sua arte pela propia arte
Menino do sorriso Menino
Envolve-se e deixa envolver
Simples menino
Demorou mas aconteceu o encontro não marcado
Na verdade desmarcado
Aconteceu

È uma vez em todas as vezes

Lis

16.5.07

Quem não pula é governista!Quem não pula é Lulista!

Extraido do livro Arquitetos de Sonhos de Ademar Bogo


"Nossos pais não tiveram que nos enterrar.Por sorte, escapamos da morte.Mas , em nosso Nordeste , em Pernambuco , onde moro , a fome e a miséria têm obrigado os pais a enterrarem os filhos ainda pequenos.Aí , sim dá para ver que a guerra não é feito só com as armas de fogo.È mais perversa quando feita com as armas da concentração de riqueza, que gera a violência e a morte.Nesta guerra , as baixas são sempre de um lado só.Bem disse nosso poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto"...é a morte de que se morre , de velhice antes dos trinta , de emboscada antes dos vinte, de fome um pouco por dia.De fraqueza e de doença pe a morte Severina ataca em qualquer idade , e até gente mão nascida".



"Antes de ser filha do Che sou filha da Revolução!"
Aleida Guevara

6.5.07

Boneca e De Pano em Virada Cultural


Duas amigas numa noite de encantar e cantar
Pessoas brincantes , amantes de uma amizade cultivada a anos
Com vocês !!!!!
Boneca
e
De Pano
Numa Virada!!!
Amo vc Nessa

25.4.07

Ridiculo

Lula fatia o Ibama com aval de Marina para apressar obras
Decisão foi tomada para contornar dificuldades na concessão de licenças ambientais dos projetos do PAC
João Domingos, BRASÍLIA
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai dividir em dois o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Uma parte do Ibama cuidará do licenciamento ambiental e tudo o que se referir à área. A outra parte tratará das unidades de conservação da natureza. Na reestruturação - que se dará por medida provisória a ser editada “nos próximos dias” -, a Secretaria de Recursos Hídricos vai cuidar também de problemas urbanos da área e passará a se chamar Secretaria de Recursos Hídricos e Ambientes Urbanos. Será criada a Secretaria de Qualidade Ambiental e Mudanças Climáticas, além de uma outra para cuidar apenas do extrativismo.Ontem, no início da noite, em audiência no Palácio do Planalto, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, tratou da reestruturação de sua pasta com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela disse que iria apresentar as mudanças na reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), marcada para hoje, às 9 horas. A assessoria de imprensa da Presidência da República confirmou, ao fim da audiência com a ministra, uma das novidades: a criação da Secretaria das Mudanças Climáticas. Esta será a mais radical reestruturação no setor da administração pública do meio ambiente desde o governo José Sarney (1985-1990), quando o Ibama foi criado e passou a exercer funções que antes eram dos extintos Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) e Superintendência de Desenvolvimento da Pesca (Sudepe).A decisão de Lula foi tomada para contornar as dificuldades impostas pelo Ibama para conceder as licenças ambientais dos projetos de infra-estrutura que o governo considera fundamentais para impulsionar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - como o das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia. O PAC prevê investimentos de R$ 20 bilhões nessas duas usinas, consideradas também muito importantes para evitar o risco de um novo apagão elétrico no País, como o que ocorreu em 2001, no governo Fernando Henrique (1995-2002), e impôs à sociedade um esquema de racionamento no consumo de energia. BAGREOs projetos do Rio Madeira são encarados no governo como a gota d’água na crise de licenciamento envolvendo Ibama, Ministério do Meio Ambiente e empresas investidoras. Na quinta-feira passada, o presidente se queixou muito do instituto durante reunião do Conselho Político. Ele disse que por causa da “proteção de um bagre” licenças ambientais eram negadas.



OBS:falta uma parte ...

15.3.07

Números

Números

Um, dois, três...

Números

Ridicularizam a vida
Paremos de contar
Chega de ser números com base em números

Sejamos seres... Humano se possível
A partir de então não contaremos nem ao menos os momentos de alegria
Acordemos pela manhã e tomemos alegria diária sem números!

Um, dois, três...

Números são somente números
Eu você somos pessoas não números.

23/02/2007

Pequenas...


Deixe-me

Deixe-me chorar e ser triste, ao menos uma vez.
Hoje não estou para alegria.
Não, não quero andar de bicicleta nem tão pouco ver flores.
Quero chorar, chorar, chorar.
Libertar me em lagrimas
Em gritos e palavras gritante
Deixe me!
22/02/2007



Olhar
Eu te olho
Você também me olha
Isso nos une
Ainda bem!
“Cortaram meu pé de cana, que crescia no ar, cortaram meu pé de cana, mas a raiz ficou lá”.
23/02/2007



Encontro
Combinar um início
Traçar o final
Nada mais injusto
Eu olho e dito
Você olha e reflete
Algo que foge do controle humano
O sentimento
Esse que já foi ditado traçado e injustiçado
Morreu em palavras
23/02/2007



Identidade
Sou, sou
Um nada vestido de cores
Eu sem a flor sem o sol sem vida
Esta sou eu
Uma rejeição
Um problema na mão do mundo
Causando
Imitando
Existindo
E não desistindo.

Humor

do Lat. humore
s. m.,
qualquer fluido contido num corpo organizado;
humidade;
disposição de ânimo, do temperamento, natural ou acidental;
veia cómica.




Humor

Tem dias que eu não sou eu
Sou o sistema nervoso em mim

Sinto e não sinto
Falo e não falo
Pois tudo em mim não é
Deixa de ser

Simples e rapidamente deixa de ser
Isso assusta aos que me rodeiam
E me assusta também

Difícil é voltar a sorrir
Voltar a ser colorida como sou

O sou passa a ser o era
Magoa, chuta e debate coisas sem fluxo.

Meu ser me assusta dentro de outros
Eu sou eu sem a alegria?
Acho que não!
Acho também que eu não sou!

Difícil...

23/02/2007

19.2.07

Eu ---------------------Você

Distante
Você aqui ,ali e eu ainda acolá !

Musica

Los Hermanos - Sentimental

O quanto eu te falei que isso vai mudar
Motivo eu nunca dei...
Você me avisar, me ensinar,
falar do que foi pra você, não vai me livrar de viver
!

Quem é mais sentimental que eu?!
Eu disse e nem assim se pôde evitar...

De tanto eu te falar, você subverteu
o que era um sentimento e assim fez dele razão...
pra se perder no abismo que é pensar e sentir
Ela é mais sentimental que eu!
Então fica bem...

...se eu sofro um pouco mais...
"Se ela te fala assim, com tantos rodeios, é pra te
seduzir e te ver buscando o sentido daquilo que você
ouviria displicentemente. Se ela te fosse direta, você
a rejeitaria."

Eu só aceito a condição de ter você só pra mim
Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir... e rir.

por Marlon Rivero

Perder significa ganhar?

Perdi

Perdi as palavras na escuridão de meu ser
Na escuridão de frente pro mar
Na escuridão me perdi e me encontrei
Tive dúvida , tive medo
A sua luz sem meu medo
O seus olhares com minhas piadas
Perdi mas encontrei
Na noite ,na vida perdi mas encontrei
Olhei para os lados à procura de alguem
Perdi e encontrei!
Lis

5.2.07

Acabou , tenho certeza
Tenho certeza tambem de que existe
Não penso, não imagino
Deixo fluir, sem medo , sem receio
Gosto quando acaba e existe
Isso e atraente
È como comer e ter certeza de que nunca terei fome.

Lis

11.1.07

Amós Oz

"Segundo ela, o amor é realmente uma situação destrutiva .Dois estranhos que de repente se vêem , ou na verdade não se vêem , se cheiram , e mesma fração de segundos ficam mais ligados do que irmão e irmã...
Começam a dormir juntos na mesma cama mesmo não sendo da mesma familia.E muitas vezes nem amigos , nem se conhecem , simplesmente estão amarrados um ao outro , e o resto do mundo que se dane.Veja só que estrago ! Talvez morra muito mais gente de amor do que de drogas.Talvez tambem seja preciso uma clínica de reabilitação. Toda vez que ela pensa sobre como ninguém sabe nada de ninguém , começa a rir e a chorar. E o mais estranho é que é impossivel modificar isto.
Não importa quanto você investe numa pessoa, investe durante cem anos , dia e noite sem parar, dorme com ela na mesma cama , não faz diferença , no fim você não sabe nada sobre ela ."