16.8.06

Poetizando os momentos da vida

"Não sei na verdade quem sou por que não consigo ver para dentro,acredito que eu exista por detrás de mim"
Alberto Caeiro

Poesia sem nome...ajudem !


Saia da minha mente!
Você entrou em meu pensamento
Como alegria
Me fez viver momentos únicos
Após dias vivo a pensar em tí


Presa em seu gesticular
Presa em seu cantar
Em cada expressar...
De seu lindo rosto


Tento,tento mas não consigo
Aí de mim que presa em ti estou
Aí de mim que em ti apostou
Aí de mim, Aí de mim...
Que aqui sozinho estou
A lamentar momentos bons
A fazer da lembrança
A escravidão de te amar


Não quero mais viver
A amargura doce
Ver-te com aquela
Que de meus braços roubou
Não quero ser ecravo de teu amor
Não quero ser o amor
Quero somente viver

Lis

11 comentários:

Rubens disse...

Se tudo der certo no seu pedido poético, pode virar algo como

Socorro, nao estou sentindo
Nada
Nem medo, nem calor, nem fogo,
Nao vai dar mais pra chorar
Nem pra rir
Socorro, alguma alma, mesmo
Que penada,
Me empreste suas penas
Ja nao sinto amor nem dor,
Ja nao sinto nada
Socorro, alguem me de um
Coracao,
Que esse ja nao bate nem apanha
Por favor, uma emocao pequena,
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos, deve ter
Algum que sirva
Socorro, alguma rua que me
De sentido,
Em qualquer cruzamento,
Acostamento,
Encruzilhada,
Socorro, eu ja nao sinto nada
Socorro, nao estou sentindo
Nada
Nem medo, nem calor, nem fogo,
Nem vontade de chorar
Nem de rir
Socorro, alguma alma, mesmo
Que penada,
Me empreste suas penas
Ja nao sinto amor nem dor,
Ja nao sinto nada
Socorro, alguem me de um
Coracao,
Que esse ja nao bate nem apanha,
Por favor, uma emocao pequena,
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos , deve ter
Algum que sirva
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos, deve ter
Algum que sirva

Pedro Belasco disse...

Estou com esse na cabeça há meses:

"...Quando ela mente
Não sei se ela deveras sente
O que mente para mim
Serei eu meramente
Mais um personagem efêmero
Da sua trama
Quando vestida de preto
Dá-me um beijo seco
Prevejo meu fim..."

Dan* disse...

Aiai

É assim como nós achamos que é?
Assim perfeito enquandto dura
triste quando acaba?
Eterno enquanto sonhamos
E efêmero demais pra durar?
Por que não pode ser como achamos que deveria?
O Amor é complicado
Ainda mais pra seres tão egoístas como nós...



Lí Te amo amiga

Lis Bella disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lis Bella disse...

Pedido poético seria um otimo nome!

Lis Bella disse...

Dan...seria muito proximo do perfeito... ai acabaria sendo chato o suficiente para acabar em uma semana
Pq sentimentos sao como flores...lindas com suas caracteristicas propia e com destinu inserto...afinal nunca c sabe c alguem vai arranca la da terra fertil e jogala em um vaso de agua...onde somente uma semana ela vai durar
Sonhe que assim é melhor;)
Bejo guria linda

Dan* disse...

Lis talvez fosse mesmo a perfeição, porém não devemos só sonhar, temos que busca os sonhos, mesmo as vezes sabendo que não o alcançaremos neh?

Flores podem ser arrancadas, mas tbm podem sobreviver pra smepre, se ninguem vier tirá-las dali
Temos que fazer comq que ninguém consiga tirar isso de nós
..

Bjus

Dan* disse...

Lis talvez fosse mesmo a perfeição, porém não devemos só sonhar, temos que busca os sonhos, mesmo as vezes sabendo que não o alcançaremos neh?

Flores podem ser arrancadas, mas tbm podem sobreviver pra smepre, se ninguem vier tirá-las dali
Temos que fazer comq que ninguém consiga tirar isso de nós
..

Bjus

Lis Bella disse...

Mas o amor tem vida propia assim como todo sentimento...em sua essencia ...alias tudo tem vida propia é só buscarmos a essencia!

bejo

Dan* disse...

A essencia...

A essa faz toda diferença em nós e no mundo, de nada adianta sermos nós sem a nossa essencia, mas eu já encontrei a minha:
Essencia da adoração, pois a minha essencia é Deus dentro de mim...

Jane Krist disse...

Sublime:”A fazer da lembrança
A escravidão de te amar”... Perfeito. Do começo ao fim seu poema me amarrou em idéias da recordação. A lembrança é algo momentâneo que passa pelo pensamento, a recordação fixa-se no coração, guia muitas vezes cego da razão. e assim nos torna escravos nos laços presentes da lembrança de um alguém que ausentou-se sem pedir ao menos permissão, roubando nosso fôlego, entregando ao poeta flores murchas. E o poeta doente quer ao menos tocar a vida sabendo que a dor será agora uma companheira. Lindo Liz. Vou imprimir este. Um abraço. Sim o tema pedido poético é muito bom.