4.9.06

Não me engane, não minta sou boneca sou amiga...mas se enganar vou ser mal entendida

Junte-se a mim
Flor bela do lindo campo
Junta-se a brilhar
Com seus ramos


Não, não vou te roubar os sonhos
Quero somente sentir a sua face de sereia


Mas porem se acontecer
Da abelha suicida te beijar
Junto com ela hei de estar


Para não deixar de fertilizar
O seu brilho
Em todo lugar


E se o medo me tomar
Grito, grito ate te acordar
E assim você e todos
Todos os elementos naturais
Virão me salvar
Só junte-se a mim a me calar.


Versos escritos em m 30/08/2006...

3 comentários:

Dan* disse...

Lindo Lis

Saudades...

Lis Bella disse...

Junte se a mim ...
sniff

Jane Krist disse...

Demais Lis. Poxa eu simplesmente amei. Amei a menção que fizeste a abelha suicida. A sua substancia romântica é uma forma exata quanto à formação dos versos. Na literatura agente mastiga o mel e engole a dor presente enquanto o coração pulsa lentamente não entendendo o compasso da vida. Um abraço. Até. Fui