14.10.06

Vida errante

Bela é a vida errante
Que dos erros se faz
Sonha com o braço do povo
Nasceu deste sonho
E o fez cumprir


Vontades vagando
Dentro do tempo
Nascido dentro de sí
Bela é a vida errante


Todo mestre é sabio
Tem seu propio saber da vida
Bela é a vida errante
Este usa seus erros para ajudar o próximo
Nomeando este gesto de conselho


Belo e comparado ao ar
São seus sábios pensar, agir , cantar
Queremos ve- los em harmônia com o cantar dos passáros
Que sobe o ar flutuar
Queremos a vida comparar
Sendo os mestres errantes
Sendo o partinlhar de pão
Pois bela é a vida errante



Lis



Mais uma de minhas poesias que nem eu mesma entendo rs

2 comentários:

Dan* disse...

liNDAAAAAAAAA

Poesias de erros perfeitos que de tão errantes são certos aos olhos humanos!!

AMO VC

Dan* disse...

liNDAAAAAAAAA

Poesias de erros perfeitos que de tão errantes são certos aos olhos humanos!!

AMO VC