27.10.08

"Como é estéril a certeza de quem vive sem amor."


Cazuza

Nenhum comentário: