21.5.07

Menino do Coco

È uma vez em todas as vezes da vida
Um menino que dança e no seu movimento encanta!
E neste encanto vai cantando vivendo sonhando
E deixando a arte o levar

È uma vez uma menina que nada faz alem de ser
E ainda assim se confunde em vontades
Vontades nunca negadas (no pensamento)
Mas negadas em dias de sol e lua
È uma vez em todas as vezes várias historias encantadas e cantadas com pulos e sorrisos
Sorrisos e aplausos
È uma vez em todas as vezes

Aquele ...que dança envolvendo-se como criança
Não nega a sintese de sua arte pela propia arte
Menino do sorriso Menino
Envolve-se e deixa envolver
Simples menino
Demorou mas aconteceu o encontro não marcado
Na verdade desmarcado
Aconteceu

È uma vez em todas as vezes

Lis

16.5.07

Quem não pula é governista!Quem não pula é Lulista!

Extraido do livro Arquitetos de Sonhos de Ademar Bogo


"Nossos pais não tiveram que nos enterrar.Por sorte, escapamos da morte.Mas , em nosso Nordeste , em Pernambuco , onde moro , a fome e a miséria têm obrigado os pais a enterrarem os filhos ainda pequenos.Aí , sim dá para ver que a guerra não é feito só com as armas de fogo.È mais perversa quando feita com as armas da concentração de riqueza, que gera a violência e a morte.Nesta guerra , as baixas são sempre de um lado só.Bem disse nosso poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto"...é a morte de que se morre , de velhice antes dos trinta , de emboscada antes dos vinte, de fome um pouco por dia.De fraqueza e de doença pe a morte Severina ataca em qualquer idade , e até gente mão nascida".



"Antes de ser filha do Che sou filha da Revolução!"
Aleida Guevara

6.5.07

Boneca e De Pano em Virada Cultural


Duas amigas numa noite de encantar e cantar
Pessoas brincantes , amantes de uma amizade cultivada a anos
Com vocês !!!!!
Boneca
e
De Pano
Numa Virada!!!
Amo vc Nessa