11.1.07

Amós Oz

"Segundo ela, o amor é realmente uma situação destrutiva .Dois estranhos que de repente se vêem , ou na verdade não se vêem , se cheiram , e mesma fração de segundos ficam mais ligados do que irmão e irmã...
Começam a dormir juntos na mesma cama mesmo não sendo da mesma familia.E muitas vezes nem amigos , nem se conhecem , simplesmente estão amarrados um ao outro , e o resto do mundo que se dane.Veja só que estrago ! Talvez morra muito mais gente de amor do que de drogas.Talvez tambem seja preciso uma clínica de reabilitação. Toda vez que ela pensa sobre como ninguém sabe nada de ninguém , começa a rir e a chorar. E o mais estranho é que é impossivel modificar isto.
Não importa quanto você investe numa pessoa, investe durante cem anos , dia e noite sem parar, dorme com ela na mesma cama , não faz diferença , no fim você não sabe nada sobre ela ."